Você pode iniciar esse cálculo de duas formas, olha só:

1- No menu lateral Clientes, após selecionar o cadastro do cliente que desejar, clique em Novo cálculo, no menu que se abrirá na área direita da sua tela.

2- No menu lateral Cálculos, clique em Novo cálculo, no canto superior direito da página, e preencha o nome do cliente para o qual deseja atribuir o cálculo. Se preferir, criar o cálculo a partir de um novo cliente.

Após essa etapa, você verá uma tela com a pergunta Que tipo de cálculo deseja realizar?

Selecione a opção Concessão.

O próximo passo é informar as Configurações iniciais do cálculo de concessão.

Após criar um novo cálculo de concessão (ver acima), selecione a opção Auxílios, pensões, benefícios por incapacidade e outros benefícios não programáveis, na pergunta “Para qual tipo de benefício?”.

Se o seu benefício deriva de algum outro (como um Auxílio-doença que se tornou uma Aposentadoria por invalidez), na pergunta É benefício derivado?, marque a opção Sim. Este benefício deriva de outro benefício, e insira dos dados desse benefício no campo que irá se abrir.

Preencha os dados e selecione as opções que preferir, depois clique em Gerar cálculo.

Como os cálculos de benefícios não programáveis não consideram os períodos de contribuição, passamos direto para a aba 1 R.M.I., onde você poderá cadastrar o salário de cada período de contribuição. Isso pode ser feito importando os salários de um CNIS, ou adicionando-os manualmente

Após salvos os salários, o CJ já informará a R.M.I., considerando as regras do benefício selecionado.

Para finalizar, basta ir à aba 2 Valor da causa, apresentar os dados necessários, que o sistema calculará tudo pra você.

Na pergunta Qual valor de RMI usar?, você pode escolher entre Usar a renda mensal inicial calculada para a espécie de benefício ou Quero inserir outro valor de RMI.

A primeira opção fará o cálculo com base na RMI calculada pelo CJ. Utilize a segunda se você já souber o valor da RMI e deseja apenas o cálculo do valor da causa.

Na hipótese de seu cliente já ter recebido algum benefício, do qual se deve calcular a diferença entre o valor devido da causa e valores já indenizados, basta clicar no botão Adicionar benefícios recebidos.

E fim! Seu cálculo está pronto!

Artigos Relacionados:

Encontrou sua resposta?