Com o Cálculo Jurídico você pode importar salários de contribuição em segundos e ter a RMI do seu cliente calculada com muita rapidez e facilidade.

Os salários de contribuição podem ser importados do CNIS ou de uma planilha, ou ainda adicionados manualmente.

Importar salários de contribuição do CNIS

É bem fácil importar um CNIS retirado do portal do INSS. Dentro do cálculo, na aba 1 - R.M.I. (se a DIB está entre 05/10/1988 a 28/11/1999) ou 2 - R.M.I. (DIB a partir de 29/11/1999) basta:

  • Clicar no botão Importar Salários.
  • Se você já vinculou o CNIS ao perfil do seu cliente, selecione CNIS em PDF vinculado ao cliente. Se não for o caso, selecione PDF retirado do portal MeuINSS. Se preferir, ainda temos a opção de importar os salários de contribuição de um PDF de Carta de Concessão ou CNIS de outras fontes.
  • Escolher o que fazer com os meses que aparecem mais de uma vez. Muitas vezes são de contribuições concomitantes, outras de contribuições que devem ser somadas.
  • No campo Importar CNIS, arraste ou clique pra selecionar o seu arquivo PDF.
  • Clicar em Importar.
  • Revise os salários importados, e clique em Salvar.

Além das opções acima, existe outra opção ao importar os salários de contribuição que você pode utilizar, chamada Remover salários do RPPS?

Marcando essa opção, os vínculos do CNIS marcados com o indicador PRPPS serão desconsiderados na importação dos salários. Todos os que não tiverem esse indicador serão importados. Com essa opção desmarcada, todos os salários são importados normalmente.

Lembre-se apenas CNIS retirados do Portal Meu INSS são suportados nessa etapa. Se você tiver dúvidas sobre como obter o CNIS, clique aqui. CNIS digitalizados ou impressos em PDF por programas de terceiros não funcionam nesta ferramenta. Para saber mais, clique aqui.

É raro o CNIS que possui os salários anteriores a 1982. Então, confira se você tem os salários de contribuição antes de 1982 lançados no programa. Se não tiver, pode ser este o motivo do cálculo estar dando negativo.

Para descobrir estes salários você pode solicitar no INSS as microfichas de contribuição anteriores a 1982 e preencher os salários de contribuição no CJ. Não conseguiu os salários antes de 1982? Dê uma olhadinha neste post e descubra outras formas de descobrir os salários ou lidar com a falta desta informação.

Importar salários de contribuição de uma planilha

É normal que você tenha alguns dados em planilhas, da época que você ainda não usava o CJ ou que um cliente te enviou por email. Com poucos ajustes você consegue importar os salários de planilhas em segundos.

Depois que clicar no botão Importar salários de contribuição, selecione Quero colar os salários que copiei de uma tabela, de PDF ou de outro lugar na opção Qual a origem dos salários de contribuição?.

Com esta opção você pode colar um texto que copiou de uma planilha ou de outro lugar (fazendo Ctrl+C).

Os meses e salários devem estar em um dos seguintes formatos (mês+salário):

Existem dois formatos de salários possíveis, por exemplo: 1.234,56 ou R$ 1.234,56.

Um mês+salário por linha ou cada mês+salário separado por espaço dos outros.

Outros textos que forem colados junto serão desconsiderados.

Pronto! O CJ vai ler em segundos o que você colocou no programa e o cálculo dos salários de contribuição estará pronto.

Encontrou sua resposta?