Vou te mostrar como o Cálculo Jurídico calcula a "Data prevista para aposentadoria" na análise por espécie de benefício.

Primeiro é importante entender que se trata de uma projeção em relação à DIB. Essa data vai te ajudar a orientar quando possivelmente seu cliente vai se aposentar. 😃

Entenda como o CJ calcula essa previsão:

  1. Considera o "Tempo de contribuição", conforme os "Períodos de Contribuição" preenchidos até a DIB.

  2. Assume que o cliente continuará contribuindo sem interrupções após a DIB. Mas, o CJ não usa os "Períodos de contribuição" preenchidos após a DIB.

  3. Assume que a idade do cliente vai aumentar, conforme a data de nascimento.

  4. Realiza a projeção.

O CJ mostrará a data prevista pra o cumprimento de cada um dos requisitos, mas a “data prevista pra aposentadoria” irá considerar entre os requisitos a data de cumprimento do último.

Exemplo:

Então, embora o requisito de tempo de contribuição esteja previsto pra completar em 2022, ainda faltará a idade mínima, que só será alcançada em 2029.

Por isso, a data prevista será nesse último ano, quando houver o cumprimento de todos os requisitos.

OBS: Enquanto estive faltando algum requisito, o CJ irá considerar que seu cliente vai continuar contribuindo até chegar a data prevista.

Benefícios com aumentos progressivos

A Reforma estabeleceu que alguns benefícios terão aumentos progressivos a cada ano nos seus requisitos. Esses benefícios são:

  • Regra de Transição #1: Pontos;

  • Regra de Transição #2: Idade mínima progressiva;

  • Aposentadoria por Idade pela Regra de Transição (aumento apenas para as mulheres);

E não se preocupe, pra chegar a data prevista, o CJ já considera os aumentos progressivos nos requisitos mínimos de cada um dos benefícios. 👍

Pra saber mais detalhes sobre essas regras de transição e a Reforma, é só clicar aqui.

Planejamento Previdenciário

O CJ calcula a previsão considerando que seu cliente continue trabalhando nas condições necessárias para concessão do benefício. Como o próprio nome diz, se trata de uma previsão que precisa ser confirmada com um cálculo completo antes de requerer qualquer benefício.

Exemplo:

O Cálculo Jurídico não usa os períodos informados após a DIB para calcular a previsão de aposentadoria.

Isso quer dizer que se o cliente tem uma DIB em 2020, e na DIB faltavam 8 anos para ele completar os requisitos para a Aposentadoria Especial, a data prevista para a aposentadoria apontada no CJ será 2028.

Então, se este cliente continuasse a trabalhar em condições insalubres, ele se aposentaria em 2028.

E com essa data prevista, você pode realizar o planejamento previdenciário no programa e simular a RMI do seu cliente na DIB futura, caso ele continue contribuindo.

Pra saber como fazer o planejamento no CJ, é só nesse botão:

Com essas informações, você poderá orientar seu cliente com mais tranquilidade e segurança. 😉

Encontrou sua resposta?