Ao solicitar que o CJ calcule o benefício a ser revisado a partir de uma RMI, você preencherá os dados da Carta de concessão.

Então, o sistema irá calcular a evolução da RMI, e emitirá um relatório mostrando os valores a receber, que pode ser encontrado no campo Resultado da aba 2 valor da causa:

Verifique os valores na coluna Valor recebido até o fim, comparando com o histórico de créditos do seu cliente. Se em algum momento os valores recebidos começarem a apresentar diferenças em relação aos calculados pelo CJ, é sinal que o benefício do seu cliente já passou por revisão.

Nesse caso, recomenda-se a verificação dos extratos de telas do PLENUS (sistema do INSS), como o REVSIT (Situação de Revisão do Benefício), CONREV (Informações de Revisão de Benefício), REVDIF/REVINF (Discriminativo de Diferença de Revisão de Benefícios) e REVHIS (Consulta do Histórico de Revisão).

Nesses locais será possível determinar quando e qual foi a revisão efetuada no benefício do seu cliente, e assim ajustar o benefício a ser revisado no seu cálculo.

Encontrou sua resposta?