Se você deseja calcular a concessão de qualquer benefício que não seja uma aposentadoria programável como: Aposentadoria por Incapacidade permanente, Auxílio Doença, Salário Maternidade, Pensão por Morte, Amparo Assistencial (LOAS), Auxílio Acidente ou Auxílio Reclusão, o cálculo que você deve gerar é o equivalente à esse exemplo:

No campo Nome do cálculo é onde você criará uma forma de identificar esse cálculo facilmente. Aqui vão algumas dicas de como nomear seu cálculo e poupar seu tempo no futuro.

Bons nomes identificam o cálculo, como Análise dos períodos pretendidos ou Períodos averbados administrativamente. Já nomes ruins são aqueles onde precisa abrir o cálculo para saber do que se trata, como Cálculo 2 ou Cálculo do Juliano.

A Data de início do benefício (DIB) é um dos campos mais importantes do cálculo. Ela será preponderante para diversos aspectos, então muito cuidado ao preencher esse campo! A DIB normalmente é a mesma da Data de Entrada do Requerimento (DER).

Se o seu cliente ainda não tem DIB/DER e você quer ver uma simulação, é recomendado usar a data de hoje.

Depois, você deve escolher qual a espécie de benefício que deseja calcular.

No campo Número do Benefício (NB), informe o número que identifica o processo administrativo e o benefício previdenciário no INSS. Ele é criado no momento do protocolo administrativo. Ele não é um campo de preenchimento obrigatório.

Na pergunta É benefício derivado?, você informará se o benefício foi gerado a partir de outro (como uma aposentadoria por invalidez que deriva de um auxílio doença) ou não. Temos um artigo específico tratando sobre como preencher o benefício originário. Clique aqui para acessar.

Marque as outras opções do cálculo que forem mais adequadas ao pedido que deseja efetuar, e clique em Gerar cálculo para iniciar.

O CJ realiza os cálculos de uma forma bem completa. Eles são divididos em etapas, para que você calcule todas elas ou partes específicas, se desejar assim.

No cálculo de Concessão você pode por exemplo, calcular Tempo de Contribuição + RMI + Planejamento Previdenciário + Valor da Causa, ou pular diretamente para o Valor da Causa, se você já tem um valor determinado para a RMI e não precisa encontrá-la.

Encontrou sua resposta?