No cálculo de liquidação, é possível selecionar diversos índices de correção monetária.

Logo após selecionar a opção de Liquidação é possível informar qual índice você deseja utilizar.

As opções de juros nos cálculos de Liquidação são taxativas, e seguem os mesmos preceitos que a Lei, o Manual de cálculos da Justiça Federal, a corrente majoritária da jurisprudência e as contadorias judiciais utilizam.

A Taxa de juros ao mês deve estar expressa na decisão judicial.

Hoje, a forma mais comum da aplicação dos juros é: 1% a.m. até 2009 e, após isso, 0,5% a.m. com uma limitação dos 70% da SELIC mensal (art. 1º-F da Lei 9.494/97). Se a decisão do seu processo for similar à esse exemplo, você poderá selecionar a segunda opção do rol de juros do CJ.

Apesar da maioria das decisões estabelecerem essa forma de aplicação dos juros, muitas vezes o próprio INSS, curiosamente, ignora essa metodologia, mais prejudicial, e aplica somente 0,5% a.m. após 2009, sem o limite da SELIC, que nesse caso é mais benéfica.

Encontrou sua resposta?