Atenção: a revisão da vida toda apenas é viável se a sua DIB for posterior à 1999 e anterior à Reforma da Previdência. Clicando aqui, você poderá saber mais sobre o lapso temporal onde essa revisão é possível.

Caso a sua DIB seja em alguma data entre 1988 e 1999, clique aqui pra saber mais sobre as revisões antigas. E se a sua DIB for mais antiga ainda, clique aqui pra saber mais sobre a revisão ORTN.

Agora o CJ te dá duas opções de como criar um novo cálculo de Liquidação:

1- No menu lateral Clientes, após selecionar o cadastro do cliente que desejar, clique em Novo cálculo, no menu que se abrirá na área direita da sua tela.

2- No menu lateral Cálculos, clique em Novo cálculo, no canto superior direito da página, e preencha o nome do cliente para o qual deseja atribuir o cálculo. Se preferir, criar o cálculo a partir de um novo cliente.

Após essa etapa, você verá uma tela com a pergunta Que tipo de cálculo deseja realizar?

Selecione a opção Revisão.

O primeiro dado a ser informado é a DIB do benefício. Verifique a Carta de concessão e insira a data correta.

Após preenchida a DIB e os demais dados iniciais do seu cálculo, selecione a opção Calcular a RMI com a regra da Revisão da Vida Toda e clique em Gerar cálculo.

O passo seguinte é cadastrar os períodos de contribuição. Na aba 1 Períodos de contribuição, você poderá importar os dados de um CNIS, ou adicionar manualmente.

Se os períodos de contribuição importados estão de acordo com o processo administrativo, podemos passar para a próxima etapa.

Na aba 2 R.M.I., onde será possível cadastrar os salários de cada período de contribuição. Nessa aba, você também poderá importar os salários de um CNIS, ou adicioná-los manualmente.

Nessa etapa, é muito importante revisar os salários de contribuição informados, pois é comum o CNIS apresentar inconsistências nos salários mais antigos. Confira se você tem os salários de contribuição antes de 1982 lançados no programa.

Se não tiver, pode ser este o motivo do cálculo estar dando negativo. Para descobrir estes salários você pode solicitar no INSS as microfichas de contribuição anteriores a 1982 e preencher os salários de contribuição no CJ.

Não conseguiu os salários antes de 1982? Dê uma olhadinha neste post e descubra outras formas de descobrir os salários ou lidar com a falta desta informação.

Acessando a aba 4 Valor da causa, você pode identificar o período desejado, e clicar em Calcular valor da causa para este benefício. Após, é necessário adicionar o Benefício recebido (aquele que seu cliente já recebe do INSS). O resultado da diferença entre esses benefícios será o valor da causa.

Viu como é simples? Agora você tem um cálculo pronto para anexar ao seu processo! 😉

Artigos Relacionados:

Encontrou sua resposta?