Atenção: se a sua DIB for anterior a 1988, esse artigo é pra você.

Caso a sua DIB seja em alguma data entre 1988 e 1999, clique aqui pra saber mais sobre as revisões antigas. E se a sua DIB for mais recente ainda, clique aqui pra saber mais sobre as demais revisões.

Você pode iniciar esse cálculo de duas formas, olha só:

1- No menu lateral Clientes, após selecionar o cadastro do cliente que desejar, clique em Novo cálculo, no menu que se abrirá na área direita da sua tela.

2- No menu lateral Cálculos, clique em Novo cálculo, no canto superior direito da página, e preencha o nome do cliente para o qual deseja atribuir o cálculo. Se preferir, criar o cálculo a partir de um novo cliente.

Após essa etapa, você verá uma tela com a pergunta Que tipo de cálculo deseja realizar?

Selecione a opção Revisão.

Será perguntada a DIB do benefício. Se ela for anterior a 1988, será um caso de Revisão ORTN.

Você não precisa se preocupar em definir se esta revisão será benéfica ou não, o CJ mostra automaticamente pra você. Se na DIB informada, a revisão for viável e a revisão for benéfica, você continuará normalmente seu cálculo.

Se não for benéfica, o CJ vai te dizer e te apresentar uma mensagem como a desse exemplo:

Você também pode Ver os fatores de correção, clicando no botão que aparecerá, que vai apresentar uma tabela dos meses onde essa revisão é benéfica.

Agora, caso houver possibilidade de revisão na DIB do seu cálculo, basta preencher os dados e clicar em Gerar cálculo.

O sistema irá efetuar os cálculos necessários, e na tela 1 R.M.I. você verá um relatório com todos os dados do seu cálculo, como nesse exemplo:

Depois, basta ir à aba 2 Valor da causa e se certificar que tudo está certo.

Pronto! Dessa forma você pode assegurar seu cliente de que sua revisão será realizada de forma completa e sem perigo de não ser benéfica. Legal, né? 😉

Encontrou sua resposta?