Uma prestação só é devida a partir do vencimento dela, por esse motivo o CJ não contabiliza a parcela do mês atual como devida. É assim que o CJ, o INSS e a Justiça interpretam o vencimento das prestações previdenciárias.

Por exemplo: a remuneração do mês de março é paga em abril, portanto somente após abril ela é considerada como parcela devida.

Então, se eventualmente você precisar atualizar seu cálculo e incluir outras parcelas que já venceram, basta editar a Data do Cálculo no Benefício Devido. Veja:


Assim, o CJ irá te mostrar os valores correspondentes até a última parcela vencida. 😉


Encontrou sua resposta?