Com o Cálculo Jurídico você pode importar salários de contribuição em segundos e ter a RMI do seu cliente calculada com muita rapidez e facilidade.

Os salários de contribuição podem ser importados do CNIS ou de uma planilha.

 Importar salários de contribuição do CNIS

É bem fácil importar um CNIS retirado do portal do INSS. Dentro do cálculo, na seção "RMI > Salários de contribuição" basta:

  1. Clicar no botão Importar salários de contribuição.
  2. Selecionar PDF retirado de um dos portais do INSS.
  3. Escolher o que fazer com os meses que aparecem mais de uma vez. Muitas vezes são de contribuições concomitantes, outras de contribuições que devem ser somadas.
  4. Clicar em escolher arquivo, selecionar o CNIS que você quer importar.
  5. Clicar em importar períodos.

O CJ importa muito bem os salários de contribuição do CNIS retirado da internet pelo portal Meu INSS.

Atenção: PDFs Escaneados

O programa também suporta importação de PDFs digitalizados buscáveis, feitos por alguns scanners especiais que tem reconhecimento de caracteres. A qualidade da importação depende diretamente da qualidade da digitalização e reconhecimento do scanner. Então é bem importante checar os salários importados.

Obs: PDF buscável é aquele em que o texto pode ser pesquisado, que não é uma imagem e o texto pode ser copiado e colado em um editor de texto. 

 Importar salários de contribuição de uma planilha

É normal que você tenha alguns dados em planilhas, da época que você ainda não usava o CJ ou que um cliente te enviou por email. Com poucos ajustes você consegue importar os salários de planilhas em segundos.

Depois que clicar no botão Importar salários de contribuição, selecione "Quero colar os salários que copiei de uma tabela, de PDF ou de outro lugar" na opção "Qual a origem dos salários de contribuição?". 

Com esta opção você pode colar um texto que copiou de uma planilha ou de outro lugar (fazendo Ctrl+C).

Os meses e salários devem estar em um dos seguintes formatos (mês+salário):

Os salários podem está nos dois formatos 1.234,56 ou R$ 1.234,56.

Um mês+salário por linha ou cada mês+salário separado por espaço dos outros.

Outros textos que forem colados junto serão desconsiderados.

Assim você pode copiar todo o texto de um CNIS ou Carta de Concessão pesquisáveis e jogar dentro do campo de texto para importar.

Sempre confira os salários importados.

Pronto! O CJ vai ler em segundos o que você colocou no programa e o cálculo dos salários de contribuição estará pronto.

Encontrou sua resposta?