Para saber mais sobre isso você também pode checar nosso post completo no Blog do CJ: O que é Carência no Previdenciário?

Contagem em meses

A carência é contada em meses e não em dias como o tempo de contribuição. Mesmo se o filiado ao INSS tiver trabalhado 1 dia no mês pagando INSS, ele terá 1 mês inteiro contando para carência.

Então se você trabalhou de 31/03/2017 a 02/04/2017 você terá 3 dias de tempo de contribuição e 2 meses de carência

Isso quer dizer que é normal a carência ser um valor bem diferente do tempo de contribuição!

Mas não basta saber que um único dia do mês conta 1 mês de carência. Além disto, alguns períodos podem valer para a contagem do tempo de contribuição mas não valer para a contagem da carência.

Tempo de contribuição completo e carência incompleta

O segurado pode possuir períodos longos sem contar para a carência, ainda que tenha bastante tempo de contribuição. 

É comum acontecer nos períodos de atividade rural.

Carência maior que tempo de contribuição

O segurado pode ter mais meses contados para a carência do que para o tempo de contribuição. 

Um exemplo frequente é a contribuição com alíquota de 11% efetuada pelo segurado contribuinte individual ou facultativo, que conta para a carência, mas não conta como tempo de contribuição.

Por isso é errado dizer que a Aposentadoria por Idade exige 15 anos de tempo de contribuição. 

O segurado pode ter 180 contribuições válidas para carência sem ter 15 anos completos de tempo de contribuição.

Percebe como é importante analisar a carência com exatidão?

Artigos relacionados

Importar Períodos de Contribuição do CNIS ou Planilha

Tempo de contribuição

Período Rural e Aposentadoria Híbrida

Diferença no cálculo do INSS vs CJ

Encontrou sua resposta?